O MUNDO NÃO ACABOU MAS ESTÁ ACABANDO

Giacomo Mastroianni

 

"Os profetas do fim do mundo sempre existiram e vão sempre existir. Porque tudo que começa acaba e não será o planeta Terra, mero fragmento de poeira no universo, que irá fugir à regra. A única coisa que se discute é sobre o tempo que este mundo velho ainda resistirá aos mais autorizados porta-vozes do Apocalipse.

Em termos cósmicos, somos da safra mais recente e nossos profetas são Caetano Veloso, em 1991, com o brado do “Fora de Órdem”, onde declarava que “Alguma coisa está fora da ordem, fora da nova ordem mundial... ” e Alceu Valença, que já dizia antes “Tu vens, tu vens, eu já escuto os teus sinais”.

Semana passada, escapamos de mais uma. Desta vez, estou crescidinho e não rezei antes de dormir, despedindo-me um a um dos meus irmãos, como o fizera em outras ameaças de hecatombe universal vividas na infância. Descrente de tudo, relembrei o prognóstico quase folclórico da avó da minha mulher, Dona Marta Cecília, que denunciava o fim dos tempos por sinais como “Os figo caiu das figueira”, em bom português do interior das Minas Gerais, hoje com selo de qualidade MEC.

Recordei também que, aqui mesmo nesta coluna A TORTO & A DIREITO No 139 tínhamos divulgado alguns indícios irrefutáveis de alterações sérias na ordem das coisas, como o Faustão magro, Sílvio Santos falido, Lázaro Ramos galã de novela, Ariadne (travesti) na Playboy, Tiririca membro da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, a vestal Sandy como garota propaganda da Devassa. E, para estarrecer, supremo sinal do fim dos tempos: Lula doutor Honoris Causa da Universidade de Coimbra e a dar palestras para multinacionais, por R$ 200 mil a hora.

Bem, agora, o buraco é mais embaixo. Surgiu um pesquisador de saúde americano, editor da revista Natural News, com a tese de que o mundo não vai acabar, não. Ele já está acabando. E que as evidências estão todas aí. Não vê quem não quer. Vamos enumerá-las:
 

 

14 sinais de que o colapso do mundo moderno já começou

Muitas pessoas acreditam que o mundo como o conhecemos vai acabar em 23 de dezembro de 2012, com o final do Calendário Maia. Bobagem, eu digo. A resposta mais honesta é que o fim do mundo como o conhecemos já começou. E isso não significa o fim do mundo, o que significa é o fechamento de uma era e o nascimento de uma nova. É uma transição entre as idades.

Esta transição, nomeadamente, no entanto, promete ser a mais cara e mais tumultuada transição que a humanidade já viu.

Mas não espere chegarmos em torno de dezembro de 2012 para procurar os sinais.

Aqui estão 14 sinais de que o mundo como nós o conhecemos está com seu final se desenrolando exatamente agora.

Estamos vivendo o fim de uma era e o nascimento de uma nova.

Mas não se enganem: Estamos vivendo os primeiros capítulos do fim do mundo como nós o conhecemos, e do outro lado de tudo isso, vai surgir um mundo novo que é muito diferente do que conhecemos hoje.

Tornados, furacões, terremotos e tsunamis

No início parecia uma casualidade, mas agora é um padrão. O clima/tempo está se tornando cada vez mais extremo. Mais de 120 tornados recentemente atingiram o Centro-Oeste dos EUA.

O Texas está em chamas e sofrendo através de uma extrema e pior seca. E onde não há incêndios e secas, há inundações. Este é apenas o começo. ..

O silêncio das abelhas

A doença conhecida como Colony Collapse Disorder- CCD continua a acelerar no Norte da América.  Nós já sabemos que ela está sendo causada em parte pela química dos pesticidas (e possivelmente agravada por alimentos geneticamente modificados OGM ), mas a indústria química está envolvida em um encobrimento completo de sua culpa para negar esta verdade, enquanto as abelhas e os zangões, os polinizadores do nosso mundo sofrem um colapso devastador na sua população.

O fracasso da ciência nuclear

A catástrofe na usina nuclear de Fukushima prova uma coisa: os cientistas estão perigosamente arrogantes em seu planejamento de escala de grandes projetos, e eles não conseguem dar conta do incrível poder da mãe natureza. A ciência nuclear nos prometeu energia verde e limpa -, mas agora ela emitiu um invisível, silencioso, radioativo e mortal veneno que está infectando todo o nosso planeta.

A busca viciosa da Wikileaks

Em uma época de decepção tão galopante, não há espaço para a verdade. Portanto, aqueles que dizem a verdade (Wikileaks) são cruelmente perseguidos como se fossem criminosos.

A ascensão do estado médico/policial

As incursões armadas da SWAT em Maryanne Godboldo em Detroit são apenas o começo. A verdade é que o sistema médico já está usando armas para forçar a aplicação de suas vacinas e a sua quimioterapia em crianças e adolescentes através de sua disseminação pela América.

O sistema médico tornou-se assim totalmente inútil, corrupto e perigoso que deve realmente invocar às armas para enfrentar e apenas para "convencer" as pessoas a tomarem os seus remédios.  Este monopólio médico imposto pelas armas que existe como uma ameaça à nossa saúde e nossas liberdades.

O aumento da freqüência de escassez de alimentos e de más colheitas

Observe o pico de preços dos alimentos. Isso é apenas o começo: Os preços dos alimentos continuarão a subir rapidamente nos próximos anos devido às condições meteorológicas extremas, a perda de polinizadores e a contaminação global pelo envenenamento de culturas de Organismos Geneticamente Modificados-OGM. Os alimentos naturais estão se tornando cada vez mais escassos no nosso mundo "moderno". Você pode querer pensar sobre como iniciar a produzir a sua própria horta...

A destruição descontrolada do mundo por empresas de energia

A precipitação radioativa de Fukushima não é a única maneira em que as empresas de energia estão destruindo o nosso planeta e seu ambiente natural: Não se esqueça do incêndio da Plataforma da BP-British Petroleum (controlada pela familia real britânica) Horizonte Deepwater e o derrame maciço de petróleo (provocado intencionalmente) no Golfo do México - um derrame que ainda não acabou, ele esta pelo caminho. Eles estão ainda pulverizando o veneno dispersante Corexit no Golfo do México, mais de um ano depois!

A continuidade da contaminação do nosso planeta pelos transgênicos

Este pode ser o pior capítulo no próximo colapso: A poluição genética generalizada do nosso planeta através de organismos OGM. Este é um crime contra a natureza e contra a humanidade. É um "derramamento de genes", que nunca pode ser contido enquanto espalha o seu DNA mortal em todo o mundo nas culturas, para produção de alimentos (a soja modificada geneticamente já é usada em larga escala no planeta) levando a quebras de safra e a fome. A utilização de OGM é a coisa mais próxima de "satânico", que poderíamos encontrar na agricultura moderna. A agenda por trás disso é a pura maldade.

A tirania e a repressão penal visando combater o uso da comida de verdade (leite cru)

Quando você não consegue nem vender alimentos que foram produzidos honestamente para os seus vizinhos sem ser alvejado e preso pela polícia, algo está terrivelmente errado com o mundo. Mas isso está acontecendo hoje, em toda a América do Norte! Agora, os federais estão ainda tomando como próximo alvo os Amish!

A escalada da falsificação do dinheiro pela impressão sem controle

Em um sistema econômico que está se aproximando do colapso, os líderes imbecis só podem pensar em "soluções" que realmente aceleraram a sua própria queda (e de todo o resto do país). A aceleração do aumento de impressão de dinheiro (dólares) pelo Federal Reserve (com a sua "flexibilização quantitativa" e outros métodos de falsificação) é um sinal clássico de que o fim do nosso sistema atual está se aproximando rapidamente e vai causar a hiperinflação pelo excesso de moeda sem valor e lastro real nenhum. As loucuras econômicas são evidentes para qualquer pessoa que ainda pode fazer contas e usar a matemática.

A queda de inteligência das massas

Um dos sinais mais perturbadores de que já estamos em franco colapso é a grande imbecilidade que grassa para baixo nas massas. Meros zumbis salivando, assistindo televisão, noticiário controlado, CNN, zumbis consumindo enormes pacotes de pipoca e litros de Coca-Cola, que dominam a paisagem e nada oferecem ou contribuem com absolutamente nada de valor para o mundo. Eles são os "consumidores acéfalos", que se vacinam, olham televisão e comem alimentos processados, a comida feita de lixo pasteurizado. Eles estão se consumindo com remédios psiquiátricos e acreditam e aceitam tudo o que o governo lhes diz. A maioria dessas pessoas, é claro, não vai conseguir enfrentar o colapso iminente.

A completa e absoluta fabricação/controle das notícias difundidas

Grande parte do fluxo de notícias é agora totalmente e completamente fabricada/manipulada nos dias de hoje: A informação sobre a certidão e o verdadeiro local do nascimento do "Presidente" Barack Obama, as notícias sobre a guerra na Líbia; a cobertura da economia e sobre a dívida pública (US$ 14 trilhões!) do governo dos EUA. É tudo tão completamente falso e inacreditável que uma pessoa inteligente assistindo as notícias não pode ajudar, mas vai explodir em gargalhadas (é o caso mais recente com a morte do "terrorista Osama Bin Laden", a última piada...).

É um sinal do colapso que as fontes de informação invocadas pelas massas não são mais capazes de relatar a verdade e deve recorrer a tecer ficções politicamente convenientes em tudo, da saúde e medicina para o destino do dólar e dos próprios EUA em si mesmo.

A contínua poluição farmacêutica do nosso planeta

Além da contaminação por OGM e da contaminação com a radiação do nosso mundo, nós também estamos experimentando a contaminação farmacêutica em massa do nosso planeta.

Não é apenas nas fábricas farmacêuticas que despejam seus dejetos de produtos químicos para os rios é também o fato de que mais de metade da população está agora tomando drogas quase que diariamente, e as drogas passam através de seus corpos e acabam na água de abastecimento onde contaminarão os peixes.

Além disso, as drogas acabam no lodo de esgoto humano que é embalado e vendido como "adubo orgânico para o solo!"

A contaminação radioativa dos alimentos

Aqui está um mal que é muito traiçoeiro: A oferta global de alimentos está contaminada com a precipitação radioativa de Fukushima e anteriormente de outros acidentes como Chernobyl. Ao público é dito que os níveis de radioatividade são baixos "," mas não é dito a verdade de como os isótopos radioativos de césio persistem no abastecimento de alimentos durante séculos. Como a raça humana vai sobreviver a sua exposição ao TC, ao alimento radioativo, exposição aos raios-X, scanners corporais da TSA em aeroportos e até mesmo o DHS secreto X-ray carrinhos móveis que podem penetrar o seu corpo com raios-X enquanto você está andando em um estádio de futebol? A carga total de radiação sobre a raça humana está alcançando agora um ponto de causar a infertilidade em massa.

E está acelerando também...

Dezembro de 2012, pode ser uma data útil como uma espécie de ponto médio da crise, ou talvez como uma data de gatilho para uma aceleração mais rápida do desenrolar dos eventos para a sociedade planetária. Mas não se enganem: Nós já estamos vivendo o colapso de nosso mundo moderno.  E você está em uma fila nos bancos da frente para ver o espetáculo! (Emocionante, hein?)

Pense no que está acontecendo ao seu redor nos dias de hoje. Estes são os sinais do passado, pistas desesperadas de uma civilização construída sobre práticas absolutamente insustentáveis que não valoriza a vida e sua manutenção em nosso mundo. Estes são os tempos do fim da oligarquia corporativa, a máquina monopolista com fins lucrativos, a corporação que destruiu tudo em nosso mundo em troca de um relatório de lucros trimestrais ligeiramente maior do que os anteriores.

Na busca por mais dinheiro, a humanidade tem sacrificado a sua oferta de alimentos, seus polinizadores, seus oceanos, florestas e solos e o próprio ar que respira. Orientado para a ganância os seres humanos têm usado outros seres humanos como experimentos médicos e de carne para canhão. Nós criamos guerras para vender mais bombas, e nós inventamos a doença psiquiátrica para vender mais produtos químicos.

Estas são as práticas de uma civilização falha, cujos dias estão contados. Vendo tudo desmoronar é muito mais interessante do que assistir a ele continuar a sua forma destrutiva, é claro, porque aqueles de nós com atenção para perceber uma civilização futura deve subir no lugar de uma "civilização" presente, após o colapso dessa.

Diga adeus ao falso poder das instituições

Seria bom se os nossos futuros líderes se lembrassem da importância da liberdade e da responsabilidade pessoal, é claro. A resposta a todos os problemas do mundo, ao que parece, é a liberdade - a liberdade na medicina, a liberdade na economia e na liberdade da tirania do governo e do sistema econômico.

Porque, vamos encarar os fatos: A principal causa da maioria destes problemas que estão trazendo para baixo a nossa direita do mundo agora é um mau governo (eu diria um completo desgoverno).  É mau governo (Big Governo) que aprovou o OGM. Um mau governo reforçou o monopólio médico e permitiu que os pesticidas fossem usados para matar as abelhas. A má governança nos levou ao endividamento inescapável e custosas guerras no estrangeiro. Um mau governo proibiu a liberdade de saúde e protegeu as práticas e interesses monopolistas das empresas de alimentos, empresas de drogas, indústrias químicas, farmacêuticas, petrolíferas e o grande complexo industrial-militar, a indústria da morte.

Conclusões do autor

A queda da civilização humana moderna é, como você provavelmente já adivinhou, também a queda da própria idéia de que o Grande Governo cria uma melhor sociedade.

Porque se há uma idéia que precisa ficar inoperante após o colapso, é a idéia de que nós, o povo de alguma forma precisa de outro grupo de pessoas (funcionários públicos) para fazer o nosso trabalho duro enquanto nos perseguem com sua falsa autoridade, dirigindo cada pequeno detalhe de nossas vidas.

O que precisamos no nosso mundo não é mais governo, mas mais liberdade (eu diria mais consciência).

Se tivéssemos a liberdade, integridade e responsabilidade pessoal, não haveria o colapso global que já começou. Mas, infelizmente, a raça humana é uma espécie infantil e deve aprender algumas lições da maneira mais difícil, parece.

Esta lição deve ser lembrada por muito tempo: Se você deixar as corporações, os bancos e os governos usarem suas economias, suas fazendas e suas vidas, eles irão escravizá-los e roubar o seu futuro enquanto você dorme, eles vão injetar venenos silenciosamente no mundo muito próximo até que você acorda um dia para encontrar tudo o que você criou que foi destruído. Eles prometem entregar-lhe o paraíso, mas apenas a morte é entregue. Cuidado com qualquer entidade que não seja uma pessoa viva - nenhum governo, nenhuma instituição, nenhuma empresa tem uma alma, nem coração, nem uma consciência. Eles são forças da destruição organizada que dizimam as coisas que nos são caras ao entregar-nos coisas que só nos escravizam ou no prejudicam.

Cuidado com a corporação, o governo, a instituição sem fins lucrativos, funcionando como um grupo de frente para a indústria privada. Nunca permita ser governado por qualquer instituição que existe apenas como uma construção ficcional organizada a partir da projeção da ganância humana.

E estar pronto para a aceleração do colapso da sociedade, civilização e do mundo como o conhecemos. Porque se você estiver lendo isto, você é o futuro da raça humana. Você tem o dever de permanecer vivo, manter seus genes intactos, e estar por perto para ajudar a criar a Sociedade seguinte após esta que se desintegra na poeira da história e do tempo."

Nota do tradutor

"E por último, mas não menos importante, se você mora em uma média/grande cidade pense seriamente em se transferir para o interior porque nos grandes centros o caos será maior, mas muito maior)." (
Giacomo Mastroianni)

(http://www.direitoce.com.br/colunistas/4/coluna/49529/ler.html)

 

O Autor diz muitas coisas distorcidas com base em suas próprias crenças, exagera em muitas outras, diz algumas bobagens, mas parece que há um pouco de coisas erradas mesmo.   O mundo científico precisa trabalhar bastante para contornar os problemas oriundos do progresso.  Acredito coseguirá.